Condomínios residenciais e clube de serviços

Compartilhe:

CLUBE DE SERVIÇOS AGREGA VALOR AOS NOVOS CONDOMÍNIOS RESIDENCIAIS

Tendência no mercado imobiliário brasileiro e americano é agregar o máximo de serviços possíveis ao condomínio, preservando a praticidade e segurança dos moradores

Está se tornando cada vez mais comum o lançamento de apartamentos menores com serviços de luxo e lazer acoplados ao condomínio. É fato que bem-estar e conforto são adjetivos que qualquer pessoa quer ter, principalmente quando se trata da sua casa.

Incorporadoras e construtoras aderem à moda do “prático e seguro sem sair de casa” com empreendimentos que contemplam lanchonetes, serviço de manutenção, arrumação e limpeza, TV a cabo, piscinas privativas, churrasqueira outdoor, fitness com personal, smart snack, lavanderia, entre outros.

Praticidade de hotel no conforto de casa é o argumento utilizado pelas incorporadoras  para vender esse tipo de imóvel a jovens solteiros que estudam e trabalham, famílias pequenas e até idosos que buscam mais tranquilidade e não fazem questão de tanto espaço.

Nos EUA, esse tipo de condomínio com serviços de hotel é muito comum tanto para pequenos quanto para grandes imóveis, o que difere é o preço. “Além dos valores mais em conta que esses imóveis oferecem em relação aos imóveis brasileiros, os serviços dos condomínios em Miami costumam ser um pouco mais sofisticados e não prezam apenas pela segurança dos moradores como no Brasil, prezam pela qualidade de vida e luxo dos moradores”, relata Leo Ickowicz, sócio diretor da Elite International Realty, se referindo aos serviços de pet shop, café da manhã para os residentes, valet parking 24 horas e projeto de decoração.

No Brasil, o valor desses imóveis entre 30 m² e 64 m² pode variar de R$ 400 mil a R$ 800 mil, dependendo da metragem e localização do mesmo. Em Miami, um imóvel com serviços e metragem semelhantes pode ser encontrado por até U$275 mil dólares.

E quem pensa que o condomínio desses imóveis é alto, eis que surge uma grande vantagem. O condomínio tem baixo custo, justamente por deixar a critério do morador a utilização ou não dos serviços, ou seja, o morador só paga o que utilizar.

Já em Miami, o valor do condomínio é fechado. A vantagem é que se gasta menos em segurança e mais em serviços como concierge, manobristas e atendentes no Spa e no fitness center.

Sobre a Elite International Realty

 Fundada em 1994 por um empreendedor brasileiro, a Elite International Realty é especialista em compra, venda e aluguel de imóveis comerciais e residenciais nas cidades de Orlando, Miami e Nova York, nos EUA. Para facilitar o contato dos clientes com a empresa na hora de buscar um investimento em imóvel, a imobiliária possui representantes em diversas capitais da América Latina, como: São Paulo, Rio de Janeiro, Caracas, Cidade do México, Bogotá, Cali e Lima. Atualmente, a empresa conta com profissionais experientes e bem equipados para atender clientes de alto padrão, garantindo os melhores resultados no serviço imobiliário. Mais informações: www.eliteinternational.com

 


Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *