O valor da indicação de um headhunter

Quando um profissional assume o segmento de recursos humanos, mas precisamente o Recrutamento e identificação talentos como carro chefe de seu negócio, o que mais ele ouve em conversas é “Por favor, me indique para alguma oportunidade?”

O que pode realmente ocorrer é claro! Porém, você já parou para pensar que a famosa “indicação” deve ser trabalhada e desenvolvida por você, também.

Há algum tempo resolvi assumir a atividade de headhunter como principal produto da agência Brbrasis, que estou à frente. A Brbrasis acompanha, realiza mentoria e assessora profissionais de alto desempenho. Nesta árdua e prazerosa tarefa, o que mais tenho feito é analisar comportamentos. Observo esforços, estudos, relacionamento, respeito, egos exagerados, conduta e principalmente o senso de oportunidade.

Na última semana estivemos na organização do 3º Congresso Nacional de Síndicos Profissionais – CONASIPEN. Um dos mais relevantes encontros das lideranças condominiais do país. Ao analisar a lista de participantes presentes ao encontro tivemos como resultado mais de 70% de Síndicos Profissionais de Alta Performance, ou seja, com amplo perfil de contratante em potencial. Ou seja, àquela famosa oportunidade estava ali nos corredores do Instituto de Engenharia do Estado de São Paulo onde ocorreu o CONASIPEN.

Porém, observamos que o número de possíveis “contratados” não foi tão expressivo como as das lideranças. Mesmo a agência tendo aberto vagas para os síndicos profissionais em desenvolvimento e para síndicos profissionais juniores, também.

Ao concluir a Reunião Oficial das Lideranças Condominiais recebemos muitas ligações de profissionais com perfil de contratados elogiando a iniciativa e questionando os próximos encontros.

Se haverão novos encontros como este? Com toda certeza que sim. Mas, este fator nos trouxe uma analise interessante. O que faz um profissional em desenvolvimento não observar as grandes oportunidades que o mercado disponibiliza?

A resposta é simples as vezes falta ao profissional o desenho do Mapeamento de Oportunidades de Mercado de Trabalho que ele esta inserido. Você já parou para desenhar seus canais de oportunidade? Tem claro suas metas específicas? Sabe onde estão os pontos fortes e fracos do seu desenvolvimento? Sabe quem pode e quem não pode lhe render oportunidade? Sabe quem só pode gerar uma foto e alguns cliques nas redes sociais e nada mais?

Circulei entre os líderes do Conasipen e ouvi suas conversas paralelas, seu senso de identidade com outros líderes e como era fácil para eles fecharem possíveis negócios. Bem rápido, aliás.

Também fiquei bem satisfeita ao perceber um de nossos mentorados fechando uma provável contratação com um síndico profissional de alta performance que é assessorado pela Brbrasis na cidade de São Paulo. Ao me aproximar dos dois no auditório ouvi o seguinte comentário “Eli , vi aquele vídeo que ele fez e certamente ele será um dos meus próximos contratados”. Imagina meu sorriso ao perceber que meu mentorado tinha ido procurar aquele contratante no auditório, após minha indicação.

Aquilo me fez perceber que no nosso processo de mentoria estamos conseguindo transmitir o Mapeamento de Oportunidades. Vi outra mentorada nossa se inscrever para a visita técnica (última atividade do congresso) para visitar o condominio de um síndico profissional que já tem um perfil próximo a ela que pode gerar uma breve contratação. Um dos maiores síndicos profissionais do país. Lá estava ela na foto que ele me mandou após a visita.  Ali eu vi raça, vi garra, vi inteligência de mercado, vi identificação com o senso de oportunidades. Vi alguém que eu indicaria sem sombra de dúvidas para o contratante.

 

Vou falar um pouco de mim agora. Do meu processo de crescimento profissional. Já errei muito neste questão  de identificação das minhas oportunidades. Em primeiro lugar por não saber exatamente qual era a linha que eu iria desenvolver no futuro. Abria um leque de opções muito grande e acreditava que deveria ser bastante generalista em minhas escolhas profissionais.

Então, você poderia me ver em todos os meios e isso soava de forma confusa para o público e para mim. Ao longo do tempo fui fechando o funil e hoje atuo com mentoria, processo de headhunter e desenvolvimento de carreira. São passos que foram desenhados ao longo de anos. Mas, você não precisa levar anos para começar a identificar suas linhas de oportunidades.

Mas, voltando ao título desta coluna. “Qual valor da indicação de um headhunter”. Nós profissionais da área precisamos ter a certeza de quem é nosso indicado, não podemos errar. Para isso nós observamos o tempo todo. Profissionais como os dois que citamos nesta coluna que entendem o caminho das oportunidades são os primeiros que vamos levar os nomes deles até o contratante. Pois, sabemos que estes além do conhecimento técnico e habilidades necessárias, sabem o que querem. sabem o mercado que estão inseridos, sabem onde estão as oportunidades  e só precisamos moldar alguns processos para que a contratação efetivamente ocorra.

Uma última observação sobre o Congresso Nacional de Síndicos Profissionais – CONASIPEN. Além das maiores líderanças do segmento, o evento teve a presença de um dos melhores jornalistas do Brasil, uma administradora de condomínios que observava também perfis e que sempre indica bons profissionais para seus condomínios, além da nossa presença como agência de recrutamento de profissionais da área de condomínios e construção. Mais que isso presença de engenheiros de entidades respeitadas. Um celeiro de oportunidades. Para os profissionais de Alta Performance do Segmento Condominial que preencheram todas as vagas disponíveis para eles ficou evidente que eles perceberam rapidamente que participar de um Congresso de Líderanças reais seria a grande oportunidade de registrar sua marca na história da sindicatura. E assim fizeram.

Se você tem uma meta profissional, não fique esperando uma “indicação”. Observe o seu mercado, observe os seus pares, observe se não esta indo em busca de uma luz exagerada contrária ao seu verdadeiro caminho de sucesso profissional. Analise melhor suas escolhas.

Nós da Brbrasis estamos aguardando você para continuar esta conversa.

 

Eli Antonelli, é jornalista é coordenadora da BRBRASIS – Agência Nacional de Pesquisa, Mentoria e Assessoria a Profissionais de Alto Desempenho.

Deixe sua opinião