O risco que vem do alto

Deixar objetos suspensos em janelas e parapeitos ou lança-los para fora do prédio constitui fato não permitido pela legislação

 

Já melhorou, mas ainda não o suficiente, a consciência dos moradores de edifícios com respeito à sua responsabilidade individual e coletiva por vasos ou enfeites eixados soltos em janelas e sacadas, com o risco de caírem e causarem dano a alguém. O que aumentou, e em muito, foi o sentimento de irresignação dos prejudicados e o posicionamento da Justiça, hoje francamente favorável à reparação de qualquer malefício provocado pela negligência, imperícia ou imprudência de alguém.

Ler mais